Ano VIII nº 121 -

Últimas Notícias

Artigos/Crônicas

Bastidores

Cash

Corpo&Cuca

Editorial

Empresas

Lazer&Cia

Mural/Cartas

Na Rede

Pesquisa&Tecnologia

Profissão

Saúde

Saúde Bucal

3º Setor

Utilidade Pública

SERVIÇOS

Anuncie

Expediente

Fale com o JSO

Arquivo JSO

Legislação

Estatística

LINKS ÚTEIS

Agenda grátis

Clima/Tempo

Concursos

Cotações/Moedas

Horóscopo

Portal da Câmara

Portal do Consumidor

Viagens


Adolescência e Homeopatia –
tudo a ver

Moises Chencinski

Aborrecente.
Quando são pequenos a gente sente vontade de comer eles de tão gostosinhos. E quando eles crescem, a gente se arrepende de não ter comido quando eles eram pequenininhos.

Sempre que se pensa em um ou uma adolescente, a primeira idéia que aparece é a de problemas. Como se isso acontecesse somente nessa fase de nossas vidas ou como se não houvesse nada de bom que pudesse vir dele e com ele.

A adolescência é uma fase de transformações e mudanças que envolvem não só o físico (acne, primeira menstruação, transpiração etc.), mas também a personalidade, a auto-estima, os relacionamentos familiares, sociais, sexuais e afetivos.

A adolescência é uma ponte entre a criança que fomos (e que é difícil deixar de ser) e o adulto que seremos (e que é difícil chegar a ser). Ou seja, é uma passagem. E como é que podemos nos sentir seguros e confiantes em um lugar que não conhecemos, que não sabemos quando chegamos e não temos idéia de quando vamos sair ?

A homeopatia é uma especialidade médica que trata o indivíduo como um todo, buscando encontrar seu equilíbrio e mantendo-o saudável para que ele possa alcançar seus objetivos de forma harmoniosa, suave e definitiva.

A princípio, pode parecer que são duas situações incompatíveis e antagônicas. A adolescência, com toda a sua impaciência, intolerância e imediatismo e a homeopatia, demorando para fazer efeito, piorando para depois melhorar, toda zen.

 Ambos os conceitos não são totalmente verdadeiros. O adolescente busca se conhecer e conquistar o mundo e parece não ter tempo para esperar. A busca do adolescente é para se tornar independente, para andar com seus próprios pés, experienciar suas próprias emoções, o mais rápido possível. Afinal, essa é só uma fase de passagem e ele não sabe quando vai ter que se transformar em um adulto.          Assim, ele precisa de respostas objetivas, concretas que o orientem e estimulem sua busca.

A homeopatia (através de uma consulta humanizada e de um tratamento mais natural) pode ser um caminho que propicie ao adolescente um encontro menos penoso de sua realidade, diminuindo o sofrimento da transformação e mostrando a ele, e a seus familiares, que crescer pode ser algo natural para todos.

Os efeitos da homeopatia podem ser sentidos desde o início do tratamento, mas a plenitude de sua ação vai acompanhar o desenvolvimento do adolescente, junto com ele (e não contra ele). A base da homeopatia é a lei da semelhança. A homeopatia e o adolescente podem caminhar juntos, adequando-se e adaptando-se para atingir o objetivo: o autoconhecimento para essa passagem.

Na minha prática em consultório, tenho aprendido com eles a ajudá-los, utilizando o que a homeopatia me ensinou de melhor: ser um observador atento, sem preconceitos, buscando o melhor caminho. E sabe que isso tem dado certo?

 

* Dr. Moises Chencinski é médico homeopata e pediatra.  www.doutormoises.com.br

PubE118 150807

 

Copyright © 1999 Edita Comunicação.Todos os direitos reservados. Este material não pode ser publicado,
transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização por escrito.