Ano X nº 139 -

Últimas Notícias

Artigos/Crônicas

Bastidores

Cash

Corpo&Cuca

Editorial

Empresas

Lazer&Cia

Mural/Cartas

Na Rede

Pesquisa&Tecnologia

Profissão

Saúde

Saúde Bucal

3º Setor

Utilidade Pública

SERVIÇOS

Anuncie

Expediente

Fale com o JSO

Arquivo JSO

Legislação

Estatística

LINKS ÚTEIS

Agenda grátis

Clima/Tempo

Concursos

Cotações/Moedas

Horóscopo

Portal da Câmara

Portal do Consumidor

Viagens


Cripta da Catedral da Sé pode ser visitada

Sonia Matias

A Catedral Metropolitana de São Paulo (Catedral da Sé) recebe diariamente a visita de fiéis e turistas da Capital e do Interior de São Paulo, de outros Estados do Brasil, além de estrangeiros. Em média 3 mil pessoas participam todos os dias das missas que são realizadas na igreja, localizada no marco zero da cidade de São Paulo. O que a grande maioria dos freqüentadores da Sé não sabe é que além da catedral, existe no local, escondida sob o altar-mor uma cripta que pode ser visitada com o acompanhamento de monitores, uma espécie de igreja subterrânea.

As visitas ao local iniciaram depois da reforma de restauro da catedral, em 2002. Na cripta escadas e colunas são de granito, o piso de mármore de Carrara, em preto-e-branco e o teto possui o mesmo estilo gótico da Sé. No local estão

dispostas 30 câmaras mortuárias para abrigar bispos e arcebispos de São Paulo, dentre as quais 16 estão ocupadas. Além dos sacerdotes, a cripta abriga também os restos mortais do cacique Tibiriçá, do ex-ministro da Justiça e regente do Império, Diogo Antônio Feijó e do padre Bartolomeu de Gusmão, o inventor do balão. Duas esculturas em mármore, de Jó e São Jerônimo, de autoria de Francisco Leopoldo, também fazem parte da estrutura subterrânea. O projeto arquitetônico, do alemão Maximilian Hehl, foi desenvolvido em 1912. A Sé foi construída em 1913, sob autorização da arquediocese de São Paulo, e responsabilidade de Dom Duarte, cujos restos mortais também estão no mausoléu.

As visitas monitoradas à cripta da Sé acontecem às segundas, quartas, quintas e sextas-feiras, das 9 às 17h30; sábados, das 9 h às 16h30 e domingos, das 8 h às 13 horas. O ingresso custa R$ 4,00. A catedral da Sé fica na Praça da Sé, s/nº. Informações pelo telefone (+11) 3107-6832

 

Ed139 06032009


Copyright © 1999 Edita Comunicação.Todos os direitos reservados. Este material não pode ser publicado,
transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização por escrito