Ano VIII nº 131 -

Últimas Notícias

Artigos/Crônicas

Bastidores

Cash

Corpo&Cuca

Editorial

Empresas

Lazer&Cia

Mural/Cartas

Na Rede

Pesquisa&Tecnologia

Profissão

Saúde

Saúde Bucal

3º Setor

Utilidade Pública

SERVIÇOS

Anuncie

Expediente

Fale com o JSO

Arquivo JSO

Legislação

Estatística

LINKS ÚTEIS

Agenda grátis

Clima/Tempo

Concursos

Cotações/Moedas

Horóscopo

Portal da Câmara

Portal do Consumidor

Viagens


17/7/2008

Mais apoio ao PL do CD na UTI

Na última terça-feira (15), o Projeto de Lei 2776/2008, que torna obrigatória a inclusão do cirurgião-dentista nas equipes multiprofissionais das Unidades de Terapia Intensiva (UTI), recebeu mais apoio na Câmara dos Deputados. Os parlamentares Miguel Martini (PHS/MG) e Jorge Tadeu Mudalen (DEM/SP), da Comissão de Seguridade Social e Família, apresentaram voto em separado pela aprovação da proposta.

Antes disso, o projeto já havia recebido três votos em separado, dos deputados Janete Rocha Pietá (PT-SP), Clodovil Hernandes (PR/SP), favoráveis, e Germano Bonow (DEM/RS), contrário. O relator, Saraiva Felipe (PMDB/MG), também já tinha apresentado parecer contrário ao PL.

Os votos desfavoráveis à proposta provocaram reação na Odontologia brasileira. A Associação Brasileira de Odontologia (ABO), que vem apoiando e lutando por esse projeto de lei e ajudou a embasá-lo com a reportagem A Odontologia Chega à UTI, publicada na Revista ABO Nacional, e a CD Teresa Márcia Morais enviaram ofício e carta, respectivamente, aos deputados contrários, contestando suas colocações. A proposta também já tem o apoio de entidades médicas, como a Associação de Medicina Intensiva Brasileira (Amib) e a Sociedade Brasileira de Terapia Intensiva (Sobrati).

Para mais informações sobre o Projeto de Lei 2776/2008 e sobre os votos apresentados, acesse www.camara.gov.br, em Projetos de Lei e Outras Proposições

 

Veja também:



Copyright © 1999 Edita Comunicação.Todos os direitos reservados. Este material não pode ser publicado,
transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização por escrito