Segundo registros da Unidade de Monitoramento e Avaliação do Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC-UFCG). em Campina Grande (Paraíba), em 2018 foram realizados 730 procedimentos odontológicos em pacientes internados, incluindo consultas, tratamento para pacientes com necessidades especiais, exodontia e aplicação de flúor. No início deste ano foram mais 41 procedimentos.

“Diariamente, executamos atividades preventivas e curativas dentro da área da Odontologia nos pacientes internados. Circulamos em alas, fazendo atividades preventivas e avaliando quais pacientes precisam de um cuidado maior em relação à saúde bucal”, explicou o cirurgião-dentista Elcyo Lucena.

O trabalho faz parte de um atendimento multidisciplinar que é oferecido aos usuários do HUAC, não só envolvendo medicina, enfermagem e fisioterapia, mas também a odontologia, que possui um papel primordial no restabelecimento da saúde geral do paciente.
É desenvolvido em enfermarias, centros cirúrgicos e oncológicos e também na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Entre os serviços oferecidos pelo HUAC, estão: aplicação de flúor; limpeza; restaurações; cirurgias dentárias de pequeno e médio porte; e controle de placa bacteriana. No caso de pacientes em UTI, o acompanhamento da saúde bucal é imprescindível, porque o índice de infecção respiratória aumenta caso não seja feito o controle das bactérias da boca.

O serviço não é novo na instituição, mas ganhou reforço após a adesão do HUAC à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), com a chegada de novos profissionais, como por exemplo, com atividades na área de bucomaxilofacial.

A atenção com a saúde bucal também se estende aos funcionários do Hospital Universitário Alcides Carneiro. Em agosto de 2018, o HUAC promoveu um mutirão interno de saúde bucal, tendo como público-alvo os colaboradores, ofertando assistência em restauração, exodontia e limpeza dentária. Ao todo, foram realizados 549 atendimentos, e um novo mutirão voltado ao público interno está em fase de organização.