A ação levou atendimento odontológico a 267 indígenas de cinco aldeias – Mamaindê central, Nilo, Tucumã, Campo Meio e Nova Urucum – no município de Cacoal (RO), em trabalho de equipes multidisciplinares compostas por médicos, dentistas, enfermeiros, técnicos de enfermagem, psicóloga, nutricionistas e técnicos em saúde. Agentes de Saúde Indígena (AIS) também participam dos atendimentos e são responsáveis pela continuidade dos cuidados. Eles realizam escovação supervisionada, fazem aplicação de flúor, promovem atividades educativas e identificam necessidades individuais.

Além dos atendimentos de atenção básica da equipe multidisciplinar do polo base de Vilhena, o projeto contou com a parceria da Faculdades de Ciências Médicas de Cacoal, que realizou e entregou de 40 próteses dentárias. Também foram entregues 40 cestas básicas.

Amigos do Sorriso  – O projeto Amigos do Sorriso foi idealizado com o objetivo de intensificar a atenção básica, sensibilizar os indígenas faltosos e trabalhar de forma intensa a prevenção em áreas indígenas populosas e com alta prevalência de cárie e doença periodontal. As equipes multidisciplinares reforçam o acompanhamento a pacientes.

A ação foi realizada nos quatro polos base do DSEI até 2016. Em 2017 o formato do projeto foi ampliado adotando estratégia de mutirão, com o objetivo de contemplar mais indígenas e alcançar melhores resultados. A cada ano o projeto conta com mais parceiros e a partir de 2018 passou a oferecer atendimento especializado de prótese dentária, consultas com cardiologistas, ultrassons e consultas com oftalmologistas.

DSEI Vilhena – O DSEI Vilhena está sediado no município de Cacoal (RO) e atende 17 municípios dos estados de Rondônia e Mato Grosso. Ao todo, abrange uma população de 5.915 indígenas de 9 etnias, que se dividem em 141 aldeias e recebem atendimento de 10 Equipes Multidisciplinares de Saúde Indígena (EMSI), em quatro Casas de Saúde Indígena (CASAI) e quatro polos base.

Gratidão -A dentista do polo base Juliana Arruda explica como foi feito o atendimento aos mais de duzentos indígenas: “nosso objetivo era oferecer um atendimento diferenciado a comunidade indígena Mamaindê. A princípio nos