Pesquisa do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) aponta ter um plano de saúde é o 3º maior desejo do brasileiro. Antes vem educação (1º), casa própria (2º0 e seguro de vida em 4º. José Cechin (foto), superintendente executivo do IESS, destaca que o plano de saúde permanece como o 3º maior desejo do brasileiro desde 2015. “Independentemente do momento econômico, se as famílias estão com mais ou menos renda, mais ou menos endividadas ou mesmo do nível de emprego no País, o desejo por planos de saúde se manteve elevado nas 3 edições da pesquisa, 2015, 2017 e 2019”, comenta. “E os números da pesquisa indicam que esse desejo está mais diretamente relacionado com a percepção de qualidade dos planos de saúde do que uma eventual percepção negativa da capacidade de atendimento do sistema público”, avalia

Qualidade de atendimento – De acordo com a pesquisa, 54% dos brasileiros que não têm plano de saúde já contaram com o benefício em algum momento e 73% desejam ter/voltar a ter plano médico-hospitalar. E o principal motivo para desejar contar com um plano deste tipo, apontado por 82% dos entrevistados, é a qualidade do atendimento, entendida como maior facilidade de acesso e disponibilidade de tecnologia médica mais recente.

O executivo ainda pondera que entre aqueles que não desejam o plano, o principal motivo é o preço, apontado por 59% deste público. “As pessoas valorizam o plano, desejam contar com ele, mas a dificuldade está em fazer com que seu custo caiba nas possibilidades econômico-financeiras da família”, aponta.