(1)VÁ VIVER!

Ambos os protagonistas de uma data e de outra têm muito a contar, inclusive experiências de vida confessadas para os mais novos. E mais do que isso: são exemplos para as novas gerações de jovens e adultos que um dia vão chegar lá. O que importa é que todos eles merecem aplausos por suas conquistas e o carinho de todos nós que ainda não chegamos lá por termos o privilégio de aprender com eles o nosso tempo e os novos tempos da 3ª- idade.

DICAS PRECIOSAS

O prof. Fernando Brunetti (foto) dá 10 dicas preciosas para quem quer viver mais e melhor. Confira:

Dieta saudável – Ao menos daqui em diante, garanta/controle possíveis estados patológicos que decorrem de dietas muito calóricas.Consulte finalmente uma nutricionista, ela poderá te orientar para estes anos futuros com muita saúde!

Exercício Físico – Sempre postergados, agora é a hora de realmente começar! Muitas academias possuem programas voltados para a 3ª Idade, comece hoje mesmo!

Converse com todos– é fundamental para “arejar” suas ideias: Apesar de sua experiência de vida ser enorme, busque aprender/saber de outros que vivem diferente de você. Isto só vai ajudar a “abrir sua mente”  a tudo que o mundo pode oferecer. Interagir  ” de peito aberto – e cabeça aberta” com o mundo é o que de melhor você pode fazer por sua vida. Ainda dá tempo!!!

Perca o medo do computador/da Internet – Existe muita informação disponível nos dias atuais com imagens e até vídeos. Eu sei, ir à biblioteca também é bom (afinal você anda um pouco!)  mas está tudo aí pra ser descoberto: se não tem ninguém para te ensinar (tem certeza???), faça um curso de informática, vá nas oficinas de sua prefeitura, fale com os mais jovens. Eles vivem num outro mundo, muito diferente de onde você foi criado, mas ambos os mundos podem conviver muito bem: os programas intergeracionais estão aí  para comprovar isto e todos ganham!

Cuide de sua aparência: Nada de exagerado ou “tipo perua de novela”, mas dê um trato no visual, sempre pode melhorar um pouco mais! E nada de cheiro de naftalina nas suas roupas: deixe-as no sol  e no vento por um tempo antes de usar. Se o dinheiro está curto, compre roupas diferentes num brechó ou num outlet pra valer! Até seu corte de cabelo pode e seria bom mudar! (há quantos anos você usa o mesmo?????).

E nada de mau-hálito: cuide de seus dentes, de sua boca e de sua garganta para não ter a fama de “”bafo de tigre louco””, como se diz por aí! Seu dentista pode te ajudar nesta missão: procure-o ou um odontogeriatra!  Hoje já tem esta especialidade totalmente voltada para sua idade e existem tantas coisas pra você saber sobre sua boca e seus dentes!!!!

Vá ao cinema, teatro, exposições de arte, lançamentos de livros: faça agora tudo que a obrigação de cuidar dos filhos te impediu de fazer! Cultura é vida e todos os jornais (e sites!) têm muitos informes culturais todos os dias, por quê não aproveitar???  E os barzinhos e restaurantes: você viu como existem centenas novos e diferentes por todos os lados??

Frequente parques, viagens em turmas de idosos para lugares interessantes e próximos! Vá ver quantas opções existem hoje! E não é só no exterior que é bom, o Brasil tem muita coisa interessante e que você ainda não viu até hoje! Aproveite!

E fazer  uma faculdade, que muitos trocaram por cuidar da família? Agora é o momento e existem gratuitas e pagas voltadas à terceira Idade: Vá conviver com outras pessoas e “arejar suas idéias!!”

Ouvir músicas...sim músicas dos mais diversos estilos, as que você sempre gostou e agora existem muitas releituras das suas músicas e porque não ouvir muito do que os jovens e de meia idade ouvem( minha avó gostava muito dos Beatles!) ?? Jornais & Sites na internet contam isto todos os dias!! Em resumo:

Saia atrás de recuperar muito do que não viu direito durante os últimos 40-50-60 anos!!

VÁ VIVER!!!   AINDA EXISTE MUITO PRA VIVER E SEUS DIAS NÃO PODEM FICAR NESTA MESMICE !

 

*Dicas do prof. Fernando Luiz B. Montenegro, Odontogeriatra de São Paulo, SP.


VEJA NOS LINKS ABAIXO MATÉRIAS RELACIONADAS

Dia dos Pais: no Brasil, perda de dentes e envelhecimento são questões sociais

1 – VÁ VIVER!

2 – Uma questão de saúde bucal e autoestima

3 – Longevidade e romance

4 – A reinvenção da velhice e o fim da pirâmide populacional

5 – No Dia dos Avós, uma história de afeto para se inspirar