E N S I N O

Hoje, as três universidades juntas são responsáveis por 35% da produção científica realizada no Brasil, impactando diretamente todo o país na descoberta de medicamentos, em novas técnicas cirúrgicas, no desenvolvimento de vacinas, na produção de alimentos, em políticas públicas, em tecnologia, educação e urbanismo. As três universidades se destacam nos rankings nacionais e internacionais, especialmente no quesito Ciência.

Elas se destacam na América Latina, onde estão entre as dez melhores. No mundo, ocupam posições entre as 500 de mais destaque. No Brasil estão entre as dez melhores.

A relação da reconhecida qualidade do ensino, da pesquisa e da gratuidade está ligada à autonomia universitária, conquistada pela principal fonte de financiamento, o ICMS, que por decreto do governo do Estado de São Paulo (há cerca de 30 anos), foi destinado às três universidades, permitindo organizar as contas e planejar o futuro. Só depois disso as instituições conquistaram a qualidade atestada por diferentes rankings nacionais e internacionais.

Rankings das três universidades estaduais de São Paulo:

Times Higher Education (THE) – América Latina 2019 (150 instituições avaliadas)

USP – 2º

UNICAMP -3º

UNESP -10º

Fonte: www.timeshighereducation.com

QS World University Rankings 2019 (1 mil instituições avaliadas)

USP – 118º

UNICAMP – 204º

UNESP – 491º

Fonte: www.topuniversities.com

————————————————————————-

Veja a matéria completa publicada no Jornal da USP:

https://jornal.usp.br/universidade/autonomia-coloca-usp-unicamp-e-unesp-entre-as-melhores-da-america-latina/