Mesmo com venda proibida no Brasil (2009), não é proibido o uso dos cigarros eletrônicos (vapers) no país.: quase 200 pessoas apresentaram sintomas de doença respiratória grave, como falta de ar e dor no peito, depois de usar o dispositivo eletrônico. A| Secretaria e Saúde

Os cigarros eletrônicos, também conhecidos como “vapers”, ganharam força nos últimos anos como uma tentativa de substituir os cigarros convencionais.

Nesta semana (26/9), um homem, cuja identidade não foi revelada, morreu após desenvolver uma grave doença respiratória associada ao uso do vaper. Esse foi o primeiro caso do tipo registrado nos Estados Unidos, segundo a Revista Veja.

DF: 180 novos casos de câncer bucal neste ano

Estimativas do Instituto Nacional de Câncer (Inca) para 2019 apontam 180 novos casos de câncer bucal no Distrito Federal. Desse total, 130 acometem pessoas do sexo masculino e 50 do feminino. No Brasil, os números são 14,7 mil notificações de câncer de boca, sendo 11,2 mil em homens e 3,5 mil em mulheres. A doença, geralmente causado pelo tabagismo, afeta lábios, gengiva, bochechas, palato (céu da boca) e língua.

Especialista na área, o cirurgião-dentista da Secretaria Eliziário César Leitão informa que 40% das pessoas morrem no país, nos primeiros cinco anos, devido ao estágio muito avançado do tumor.

As principais causas do câncer bucal são o consumo de álcool e de tabaco, a exposição solar sem proteção, além do Papilomavírus humano (HPV).

Narguilé: 1 sessão equivale a 100 cigarros –

O usuário de narguilé inala, em uma sessão, a mesma quantidade de fumaça que um fumante de cigarros inalaria se consumisse 100 ou mais cigarros. OU seja, pode provocar os mesmos danos à saúde.

Como um dos métodos preventivos é indicado que o paciente deve verificar em frente ao espelho e avaliar toda a estrutura da boca, como a bochecha, os dois lados da língua e também o assoalho de boca, além de todas as estruturas da cavidade oral.

Os especialistas explicam que os principais sinais da doença são:

-Lesões na cavidade oral ou nos lábios que não cicatrizam por mais de 15 dias, que podem apresentar sangramentos e estejam crescendo

– Manchas ou placas vermelhas ou esbranquiçadas na língua, gengivas, céu da boca ou bochechas

– Nódulos no pescoço

– Rouquidão persistente

O câncer bucal pode levar à perda óssea, o que provoca a mobilidade dos dentes, bem como afetar a língua e a mandíbula.