TECNOLOGIA

Foi lançado neste mês pelo governo o Conecte SUS, um programa de informatização que vai juntar as informações de saúde da população na maior rede de dados de saúde.

Com essa ferramenta, os profissionais de saúde e gestores poderão realizar atendimentos mais apropriados para cada situação e continuar esse cuidado em qualquer lugar do país. No futuro, o Conecte SUS vai possibilitar que a pessoa tenha conhecimento da sua trajetória no SUS como, por exemplo, quais vacinas tomou, os atendimentos realizados, exames, internações, medicamentos usados, além dos estabelecimentos de saúde mais próximos. Com as informações reunidas em uma única ferramenta, será possível também conhecer melhor a saúde da população brasileira, explica o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Alagoas é o primeiro estado a começar a implementação do Conecte SUS, que tem início com a adesão dos municípios para informatização das unidades de saúde da Atenção Primária, que contam com o apoio financeiro do Ministério da Saúde. O dinheiro investido para ajudar na Informatização da Atenção Primária em Alagoas será de mais de R$ 21 milhões de reais, sendo R$ 2,4 milhões, em 2019, e R$ 18,7 milhões, em 2020.