Censo Hospitalar começa a ser realizado para internações de  pacientes com coronavírus . Os estabelecimentos de saúde públicos e os privados que prestam serviços no SUS, de todos os estados e Distrito Federal, precisam registrar as informações no sistema, segundo informações do Ministério da Saúde que  iniciou nesta semana o Censo Hospitalar nos 26 estados e Distrito Federal, com o registro obrigatório de internações hospitalares dos casos suspeitos e confirmados nos estabelecimentos de saúde públicos e privados.

O objetivo é monitorar a taxa de ocupação dos leitos SUS disponíveis para pacientes com COVID-19, avaliar o consumo dos leitos da rede assistencial e a média de permanência dos usuários para auxiliar nas medidas de apoio às gestões locais no enfrentamento da doença. A partir da próxima semana deverá sair o primeiro balanço.