Combate ao Coronavírus

O total de cadastrados já passou de um milhão: 394 são de 14 áreas da saúde emais de 103 mil de estudantes de medicina, enfermagem, farmácia e fisioterapia, que fazem parte da iniciativa “O Brasil Conta Comigo”. O total de cadastros já passou de um milhão. São profissionais e estudantes que receberam capacitação online sobre os protocolos clínicos do Ministério da Saúde em relação à COVID-19. Além disso, 314 estudantes já estão atuando, sob supervisão, em diversas regiões do país.

Além disso, 314 estudantes já estão atuando, sob supervisão, em diversas regiões do país. São 128 estudantes de medicina, 105 de enfermagem, 69 de farmácia e 12 de fisioterapia. Eles fazem parte de um cadastro vinculativo, com caráter de compromisso para futuro recrutamento, conforme a necessidade dos gestores do SUS, considerando o atual contexto de emergência em saúde pública de importância internacional e nacional.

PROFISSIONAIS – O objetivo do cadastro dos profissionais é auxiliar os gestores do Sistema Único de Saúde (SUS) nas ações de enfrentamento à COVID-19. Sendo assim, cabe aos gestores locais o recrutamento destes profissionais, que podem fazer o cadastro clicando aqui. Ao final do curso online de capacitação, o profissional poderá sinalizar se deseja fazer parte das ações de enfrentamento ao coronavírus, assim poderá ser chamado para trabalhar em locais onde há necessidade, conforme a dinâmica da circulação do vírus no território nacional.

VOLUNTÁRIOS – Outra forma dos profissionais de saúde atuarem na prevenção e combate ao coronavírus é integrando a Força Nacional do SUS. O Ministério da Saúde avalia a convocação destes profissionais de acordo com o cenário epidemiológico. Os primeiros profissionais já foram reforçar o atendimento nas unidades de saúde do estado do Amazonas. No total, foram enviados 8 médicos, 20 enfermeiros e 2 fisioterapeutas, temporariamente, após passarem por treinamento, realizado pelo Ministério da Saúde.

O cadastro é aberto para os profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192), os profissionais de saúde dos hospitais universitários, dos institutos nacionais, da rede assistencial hospitalar federal, estadual e municipal e dos serviços privados. Até o momento, mais de 8 mil profissionais estão cadastrados, sendo 2.089 enfermeiros; 1.010 psicólogos; 776 técnicos de enfermagem; 855 fisioterapeutas; 493 dentistas; 476 biomédicos; 378 médicos; 208 farmacêuticos; 155 biólogos; dentre outros profissionais.

Neste caso, não existe remuneração, uma vez que trata-se de trabalho voluntário. O MS custeia o deslocamento e ajuda de custo, quando o profissional necessitar atuar fora de seu domicílio.

O CFO orienta os cirurgiões-dentistas sobre o cadastramento ao Programa Brasil conta Comigo:

http://website.cfo.org.br/cfo-esclarece-duvidas-sobre-acao-o-brasil-conta-comigo-profissionais-da-saude/profissionais-da-saude/