Asepsis Machine, máquina simples criada pelo engenheiro civil Alaor Junior, de Goiânia, é um equipamento que não necessita de instalação, tem consumo de energia baixo e permaneceu para testes no Hospital Santa Casa de Misericórdia em Goiânia (GO) para desinfecção das equipes de médicos e enfermeiros. O equipamento se destina também a espaços públicos.

O equipamento já realizou mais de 2 mil testes em hospitale está em conformidade com as especificações da NR12 (norma regulamentadora que tem por objetivo garantir que máquinas e equipamentos sejam seguros para o uso do trabalhador).

Uma cabine que necessita apenas estar ligada em uma tomada de energia elétrica para que 60 micropontos lancem jatos com uma mistura de hipoclorito de sódio e água, fórmula indicada pela OMS (Organização Mundial da Saúde) para promover em 15 segundos, a desinfecção de pessoas e roupas.

Além de ser uma aliada para hospitais, a máquina pode ajudar na reabertura de empresas, comércio, shoppings, casas de espetáculos, estádios, e não só no combate ao coronavírus como também para outros vírus, já que após a pandemia, o comportamento das pessoas poderá mudar, tanto nos cuidados com a higiene em casa, como também fora dela.