Cientistas descobriram a provável causa de um grave sintoma do COVID-19: um dos mais surpreendentes tem sido os coágulos sanguíneos que muitos pacientes, incluindo os mais jovens, experimentaram com a infecção.

Os coágulos, em alguns casos, levaram a bloqueios perigosos nos pulmões, causaram derrames e até morte, mesmo em pessoas sem histórico de doenças circulatórias.

Em artigo publicado na Science na última semana, pesquisadores fornecem um vislumbre do que pode estar conduzindo os coágulos desencadeados pela infecção causada pelo COVID-19: um conjunto específico de anticorpos conhecidos como auto-anticorpos – que são versões invasoras de células destinadas a defender o corpo de patógenos, mas, em vez disso, atacam as suas próprias células (neste caso as células dos vasos sanguíneos do próprio corpo) – podem ser parcialmente responsáveis pelo risco de coagulação associado à doença.

Entre 172 pacientes internados com COVID-19, descobriram que metade produziu esses auto-anticorpos. Além disso, quando os cientistas injetaram os auto-anticorpos em ratos de laboratório, os animais desenvolveram coágulos sanguíneos.

O mesmo grupo de cientistas relatou que a inflamação associada ao COVID-19 pode levar a coágulos em pequenos vasos nos pulmões, e que esses coágulos são embalados principalmente com uma célula imune conhecida como neutrófilo. Em pacientes com COVID-19, esses neutrófilos podem explodir dentro de pequenos vasos sanguíneos, criando armadilhas moleculares pegajosas que atraem outros fatores de coagulação que circulam no sangue.

Fonte: Médicos Dentistas Medicina Dentária