O trabalho, premiado em congresso internacional foi desenvolvido durante curso da UFSCar – “Análise e visualização de dados do Coronavírus” – oferecido pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), desenvolveu um modelo computacional capaz de prever, utilizando inteligência artificial, o número de novos casos de Covid-19 no Brasil. A ferramenta pode ser útil, por exemplo, no caso de falta de testes ou de divulgação de dados pelo governo ou pela mídia.

O trabalho intitulado “Estimation of New COVID-19 Cases in Brazil Using Google Search Data” recebeu o prêmio de melhor uso de dados públicos, durante apresentação no 2020 Ken Kennedy Institute Data Science Conference. A conferência é uma reunião de pesquisa, desenvolvimento e inovação, entre universidades, laboratórios de pesquisa e indústrias que buscam oportunidades e avanços em inteligência artificial (IA), análise de dados, aprendizado de máquina e aprendizado profundo.

Google Trends + Coronavírus – “Neste trabalho, eu usei os dados do Google Trends para algumas palavras correlacionadas ao novo Coronavírus. Então, treinei o computador, usando aprendizado de máquina – inteligência artificial -, para que com base no volume de pesquisa de determinadas palavras no Google, ele fosse capaz de predizer o número de novos casos de Covid-19 no Brasil”, sintetiza Lilian Caroline Kramer Biasi, que é pós-doutoranda no Laboratório de Engenharia de Sistema Complexos (Lesc) da Faculdade de Engenharia Química (FEQ) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Saiba mais:

O trabalho completo pode ser acessado na página do evento (https://bit.ly/35VUesA) ou diretamente no YouTube (https://bit.ly/36Ysv9L). O projeto teve financiamento parcial da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

FONTE:

Comunicação da UFSC: ccs@comunicacao.ufscar.br