Integrantes da União Pró-Vacina, grupo de instituições que atua no combate a informações falsas sobre imunização, criaram uma série de mensagens desse tipo explicando e esclarecendo as principais fake news sobre vacinas para disparar na rede social. Em formato de fácil viralização, as mensagens de áudio no WhatsApp estão se tornando grandes aliadas contra a desinformação.

Em família – Segundo o estudante de graduação da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP) da USP e guia da ONU no Projeto Halo, Wasim Syed, que também faz parte da União Pró-Vacina, a ideia surgiu a partir de uma análise dos conteúdos recebidos por WhatsApp pelos próprios integrantes do projeto. “Grande parte das fake news que saem sobre vacinas e coronavírus são disseminadas por áudios enviados por pessoas que estão conversando com alguém da família. Isso viraliza muito mais do que vídeos e qualquer informação correta”, diz ele.

Em áudio –A partir dessa constatação, o grupo começou a adaptar conteúdos já postados em outras redes sociais, como o Facebook e o Instagram, para mensagens de áudio. O roteiro padrão inclui a pergunta, a apresentação do integrante que está narrando e a explicação correta, sempre embasada em fontes confiáveis, como revistas científicas.

Segundo Syed, estudante de graduação da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP) da USP e guia da ONU no Projeto Halo, Wasim Syed, que também faz parte da União Pró-Vacina, a ideia surgiu a partir de uma análise dos conteúdos recebidos por WhatsApp pelos próprios integrantes do projeto.

Em família – “Grande parte das fake news que saem sobre vacinas e coronavírus são disseminadas por áudios enviados por pessoas que estão conversando com alguém da família. Isso viraliza muito mais do que vídeos e qualquer informação correta”, diz ele.

A partir dessa constatação, o grupo começou a adaptar conteúdos já postados em outras redes sociais, como o Facebook e o Instagram, para mensagens de áudio. O roteiro padrão inclui a pergunta, a apresentação do integrante que está narrando e a explicação correta, sempre embasada em fontes confiáveis, como revistas científicas. Wasim Syed é comunicador científico da Vidya Academics e da União Pró-Vacina, onde realiza projetos que combatem notícias falsas, especialmente sobre covid-19 e vacinas.

“O áudio é ainda mais acessível para as pessoas porque ela não precisa saber ler para entender o conteúdo da mensagem. É diferente de um artigo ou um post um pouco maior no Facebook. Um áudio você só escuta. E a linguagem que estamos usando nessas peças é bem simples”, explica.

Fonte: USP/Thais Cardoso

Para ver as mensagens criadas para o envio por whatsupp, siga o link

https://jornal.usp.br/universidade/grupo-da-usp-cria-mensagens-de-audio-para-combater-informacoes-falsas-sobre-vacinas%e2%80%8b/