No Dia Mundial do Câncer, a União para Controle Internacional do Câncer (UICC) aponta a importância de todos os profissionais de saúde e entidades em relação à pandemia e o combate pelas organizações de combate ao câncer em todo o mundo as respostas heroicas à pandemia por parte das organizações de combate à prevenção, tratamento e combate do câncer câncer em prol das pessoas em todo o mundo que lutam para manter o progresso no tratamento do câncer.

A entidade dá voz e agradece, no Dia Mundial do Câncer, a todos os profissionais que lutam para prevenir e tratar a doença – do cuidador aos especialistas – bem como as agências internacionais e governamentais de todo o mundo que estão trabalhando há um ano, durante a pandemia da Covid-19 trabalham

EU SOU e EU VOU –  O tema do Dia Mundial do Câncer, “Eu Sou e Eu Vou” resume seu espírito extraordinário e a força da comunidade internacional contra o câncer. No Dia Mundial do Câncer, suas histórias capturadas ao longo do último ano estão sendo apresentadas por meio de depoimentos e artigos em uma página dedicada no site oficial. Essas histórias destacam que, embora a pandemia esteja ameaçando o progresso feito na luta contra o câncer, ela também criou a oportunidade de abordar as deficiências sistêmicas em muitos sistemas nacionais de saúde.

Uma pesquisa realizada pela UICC com mais de 100 de suas organizações-membro em 55 países, incluindo sociedade civil, hospitais, centros de pesquisa e grupos de apoio ao paciente, revelou que sua renda e atividades organizacionais estão sob pressão significativa, com quase três quartos relatando reduções de 25% a 100% na renda em 2020, com projeções semelhantes para 2021. Uma análise dos resultados da pesquisa foi publicada no mês passado no The Lancet Oncology.

Os depoimentos de membros da UICC confirmam ainda as dificuldades das organizações de combate ao câncer em manter serviços que salvam vidas, não só pela queda nos recursos, mas pelas medidas necessárias para conter a disseminação do coronavírus e pelo medo do contágio por parte dos pacientes. Os relatórios destacam a escassez exacerbada de funcionários, às vezes redirecionados para responder à COVID-19; interrupções e atrasos em programas de prevenção, diagnósticos e testes, ensaios clínicos e pesquisas; dificuldades em envolver-se em atividades comunitárias com restrições a viagens e encontros sociais; e maiores barreiras no acesso a medicamentos essenciais em países de baixa e média renda.

Diagnósticos posteriores – O Prof. Anil D’Cruz, presidente da UICC e diretor da Oncology, Apollo Hospitals, na Índia, disse: que “parece bastante provável que as interrupções nos serviços de câncer no ano passado levarão a diagnósticos em estágios posteriores, o que por sua vez se traduzirá em um aumento de mortalidade relacionada ao câncer. O impacto econômico mais amplo da pandemia no tratamento do câncer será sentido por muitos anos, mesmo em países de alta renda – em países de baixa e média renda, o impacto é insondável. No entanto, é encorajador ver a incrível resposta da comunidade engajada na luta contra o câncer para mitigar essas consequências na Índia e em outros lugares. Suas histórias são inspiradoras e essas organizações precisam de todo o apoio que pudermos oferecer para continuar fazendo este trabalho incrível.”

Trabalho mundial – Os testemunhos que a UICC está apresentando ilustram como as organizações e os profissionais de saúde estão se mobilizando em todo o mundo para apoiar os pacientes, retomar os exames e diagnósticos, manter a conscientização sobre a necessidade de prevenção e promover um ambiente seguro para o tratamento. Os voluntários se mobilizaram para entregar medicamentos e até alimentos aos pacientes necessitados ou garantir o transporte para os centros de atendimento. O setor privado está desenvolvendo tecnologias inovadoras para reduzir o tempo gasto em ambientes de cuidados, mantendo a qualidade do tratamento. A tecnologia digital está permitindo que médicos e centros de pesquisa colaborem e compartilhem conhecimento em um nível global, além de acelerar o movimento em direção a maiores cuidados centrados no paciente.

Progresso no tratamento – A dra. Miriam Mutebi, Consultora e Cirurgiã Oncologista de Câncer de Mama do Hospital Universitário Aga Khan no Quênia e Membro do Conselho de Diretores da UICC, de clarou que “houve um progresso notável no tratamento do câncer nos últimos anos. Em países de alta renda, vimos quedas nas taxas de incidência e mortalidade para certos tipos de câncer. Em regiões de baixa e média renda, como a África, estamos vendo um aumento promissor na conscientização sobre o câncer, bem como avanços na implementação de planos nacionais de controle da doença. Agora não é hora de perder terreno, mas, à medida que estamos avançando, não devemos apenas aproveitar as adaptações e inovações que estão surgindo com o “lado bom” da COVID-19, devemos também aproveitar a oportunidade para melhorar os sistemas de saúde conforme a pandemia passe.”

Ainda existem desafios consideráveis na luta contra o câncer. O impacto generalizado da pandemia tornará mais difícil para os países atingirem certas metas de desenvolvimento sustentável, em particular as metas no domínio da saúde e a cobertura universal de saúde. Também pode retardar a implementação da ambiciosa, mas realista, estratégia global da OMS para eliminar o câncer do colo do útero dentro de algumas gerações. Ao mesmo tempo, a adoção dessa estratégia pela comunidade internacional no auge da pandemia prova a capacidade de governos e organizações de se unirem e darem vida à promessa de que as futuras gerações de mulheres não morrerão de doenças que podem ser evitadas.

Globalmente –O Dr. Cary Adams, CEO da UICC, disse: “A COVID-19 impactou o controle do câncer globalmente e a resposta da comunidade do câncer foi extraordinária, até heroica. Este ano, mais do que nunca, devemos celebrar suas conquistas no Dia Mundial do Câncer. Vamos todos ter como objetivo, em 2021, reorientar nossos esforços coletivos para os desafios de longo prazo que o câncer representa para todos os países do mundo. Devemos prevenir mais, diagnosticar mais cedo e garantir que todas as pessoas que vivem com câncer tenham acesso ao tratamento de qualidade de que precisam.”

ACESSE O “Adaptações e inovações no tratamento do câncer durante a COVID-19 e mais” DA PÁGINA WEB DEDICADA

Fonte: Eric Grant – Comunicações e Mídias da UICC grant@uicc.org

Evento: www.worldcancerday.org/pt-br/mapa-de-atividades

Foto Divulgação/Agência Brasil