A coordenadora técnica da Home Angels, maior rede de cuidadores de idosos, Janaina Rosa, ressalta que manter o equilíbrio entre alimentação e atividade física são imprescindíveis para um envelhecimento com qualidade de vida.

A expectativa de vida no Brasil vem aumentando gradativamente e hoje é de 75,8 anos, um aumento de mais de 30 anos se analisarmos os números do IBGE, que comparou a mortalidade dos brasileiros entre 1940 e 2016. Em um ano tão atípico como 2020, destacou-se a importância do envelhecimento com qualidade de vida, como praticar exercícios, mesmo que leves, comer bem, ler e manter amigos e família por perto são algumas das dicas para uma vida saudável e feliz.

Para Artur Hipólito, sócio-diretor da Home Angels, maior rede de franquias de cuidadores de idosos da América Latina, é preciso atenção redobrada com a saúde dos idosos. “As alterações fisiológicas próprias da idade já deixam o idoso mais propenso a sofrer, por exemplo, com a diminuição de mobilidade e reflexo ou até mesmo tempo excessivo sem nenhuma atividade”.

Qualidade de vida – Por isso, além dos cuidados diários oferecidos pelos cuidadores, a Home Angels oferece a seus assistidos uma equipe composta por nutricionistas, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais e acompanhantes terapêuticos. Profissionais que tem como principal objetivo trazer maior qualidade de vida e em alguns casos auxiliar na recuperação do assistido, como por exemplo: atividades físicas, e boa alimentação.

Confira algumas dicas valiosas da coordenadora técnica Janaina Rosa, que vão auxiliar os idosos a terem mais qualidade de vida e tranquilidade para realizarem suas atividades cotidianas.

1 – Atividades físicas

Essa é uma prática que deveria ser hábito em qualquer idade e se torna ainda mais relevante nessa etapa da vida. O exercício físico leve regular pode ajudar a prevenir doenças como osteoporose e doenças cardíacas. Além disso, durante o exercício físico, nosso corpo libera serotonina, que é o hormônio do cérebro e que regula o humor, auxiliando na prevenção de doenças como a depressão. Mas é importante atenção: lembre-se de que os exercícios mais saudáveis para os idosos são os leves, como caminhadas, hidroginástica, pilates e alongamento, prevenção das doenças.

2- Boa alimentação

Depois de certa idade, como o metabolismo e até mesmo a função dos hormônios mudam, algumas necessidades nutricionais do corpo também acabam sendo afetadas. A dica, portanto, é manter uma alimentação saudável e balanceada, equilibrando nutrientes que estimulam a imunidade e preservam os músculos. Além disso, uma alimentação saudável pode prevenir ou mesmo controlar doenças como hipertensão, diabetes, osteoporose e até outras doenças.

3- Consultar periodicamente um médico e realizar exames

Muitos problemas podem ser evitados com consultas regulares e exames médicos preventivos. O monitoramento de um geriatra é fundamental para a realização de exames periódicos, prevenindo o surgimento de possíveis doenças e controlando aquelas que já existem.

Além do sono de qualidade, que influi na memória, ansiedade e pressão alta é importante ter hábitos saudáveis, hobbies e lazer para contribuir à saúde mental e outras atividades que mantenham o cérebro ativo o tempo todo.

Fonte: Home Angels