Cadastre seu e-mail

 
Ano X nº 151 -

Agenda grátis

Clima/Tempo

Concursos

Cotações/Moedas

Horóscopo

Portal da Câmara

Portal do Consumidor

Viagens

Ah, agora eu sei!

 

Giovanni S. Bello

 

Quantas vezes na vida nos deparamos com situações as mais inusitadas, em circunstâncias severamente adversas, para as quais sentimos uma fraqueza debilitante que chega a induzir um sentimento de revolta. Ficamos ali chocados ou confusos, no mínimo fragilizados diante do tamanho da encrenca colocada à nossa frente, nua e crua, sem retoques e nem um mensageiro polido a explicá-la, ou, pelo menos, minimizá-la. Passado o furacão do momento, vem o tempo e se encarrega de acomodar as coisas nos seus devidos lugares. É, nos seus devidos lugares, não nos lugares que queremos. Eis o ponto para uma boa reflexão que costuma levar anos e anos a nos ensinar. No fim das contas, descobrimos muito, às vezes bem mais do que desejamos, afinal são aprendizados de dor.

É muito comum reagirmos com essa exclamação que está aí em cima no título desta pensata. A seguir, algumas constatações minhas sobre o que nem pensamos, mas que surgem como do nada a nos exibir quadros da vida que não queremos, mas que pertencem a nós todos.

- Ah, agora eu sei o que é chorar pela dor do outro.

- Ah, agora eu sei o que é sonhar pela alegria de um sonho que não nos pertence.

- Ah, agora eu sei como é duro viver a vida alheia e para isso se sacrificar.

- Ah, agora eu sei como dói a dor daqueles que amamos.

- Ah, agora eu sei como não ter medo do medo. É ter coragem de ter medo e avançar.

- Ah, agora eu sei como é amar sem ver, sem falar, sem tocar.

- Ah, agora eu sei como erramos muito procurando acertar o tempo todo.

- Ah, agora eu sei como é fazer exatamente o possível. Só isso.

- Ah, agora eu sei o que é uma dor física no peito. Que angústia!

- Ah, agora eu sei o que é recuar para avançar. Ou, quando menos é mais.

A lista é longa e fica cada vez maior com o passar do tempo. É algo impossível de se controlar, até porque o controle absoluto não existe. Pense nisso.

 

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

* Colaborador do Jornal do Site Odonto

PubE151 01013010

 

VEJA MAIS ARTIGOS&CRÔNICAS

 

3º Setor | Anuncie | Arquivo JSO | Bastidores | Estatística | Expediente | Legislação | Fale com o JSO | Mural/Cartas | Utilidade Pública

Copyright @ 1999 Edita Comunicação Integrada. Todos os direitos reservados.
Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização por escrito.
Melhor visualização 1024x768pixels