Ano X nº 146 -

Últimas Notícias

Artigos/Crônicas

Bastidores

Cash

Corpo&Cuca

Editorial

Empresas

Lazer&Cia

Mural/Cartas

Na Rede

Pesquisa&Tecnologia

Profissão

Saúde

Saúde Bucal

3º Setor

Utilidade Pública

SERVIÇOS

Anuncie

Expediente

Fale com o JSO

Arquivo JSO

Legislação

Estatística

LINKS ÚTEIS

Agenda grátis

Clima/Tempo

Concursos

Cotações/Moedas

Horóscopo

Portal da Câmara

Portal do Consumidor

Viagens


Barra de cereais: hábito saudável?

As barrinhas de cereais caíram no gosto de muitas pessoas. Elas são fáceis de ser transportadas, podem ser levadas na bolsa, ficar por dias na sua gaveta do escritório ou consultório, enfim, é um alimento que se adaptou muito bem à correria da vida moderna. No entanto, é preciso ter cuidados: assim como qualquer outra fonte de energia, a barra de cereais tem que ser consumida com moderação, e jamais ser usada para substituir refeições.

De acordo com os nutricionistas, é importante saber que as barras de cereais não substituem as refeições. Em alguns pacotes de dieta, por exemplo, prometem perder peso apenas com a ingestão de barras doces e salgadas. Isso não funciona. O melhor horário para comê-las é entre as refeições. Assim como as frutas, iogurte ou, ainda, um pedaço de queijo branco, a barra de cereais é indicada para os lanchinhos como uma forma de variar na dieta.

A composição nutricional das barras de cereais depende muito de cada produto, uma vez que a variedade no mercado é bastante ampla. De modo geral, elas são produtos energéticos, apropriados para o consumo anterior a atividade física, ou então rica em fibras, contribuindo para a regularização do trânsito intestinal. A dica é sempre analisar o rótulo (tabela de composição nutricional e lista de ingredientes).

Mas não dá para descartar a grande qualidade desse alimento: a praticidade. Elas possuem outros pontos positivos. Pelo fato de possuir fibras, é preciso mastigar muito, o que sacia a sensação de fome. E também supre a vontade, principalmente das mulheres, de comer um docinho no meio do dia. Já os produtos indicados como light também possuem ressalvas, pois a diferença entre o light e o normal é de cerca de 30 calorias; ou seja, muito pouco e desnecessário para quem tem um hábito alimentar controlado. 

 

Fonte: Terra

 

Veja mais notícias em CORPO&CUCA

 

Ed 146 - 07/10/2009


Copyright © 1999 Edita Comunicação.Todos os direitos reservados. Este material não pode ser publicado,
transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização por escrito