Cadastre seu e-mail

 
Ano X nº 149 -

Agenda grátis

Clima/Tempo

Concursos

Cotações/Moedas

Horóscopo

Portal da Câmara

Portal do Consumidor

Viagens

NA REDE
Edição 149 - 13/01/2010

 

Novo laptop da Sony é ultrafino e ultraleve; porém caro

Ultrafino e ultraleve, o notebook Vaio X (VPC-X111KB/B), da Sony, mal se faz perceber se guardado em uma bolsa ou em uma mochila. No bolso do proprietário, porém, faz um estrago considerável: custa R$ 6.999 em www.sonystyle.com.br.

A espessura (1,39 cm) e o peso (760 g) do Vaio X de fato impressionam. Perto dele, outros computadores antes notáveis pela esbelteza, como netbooks comuns e o MacBook Air, da Apple, de repente parecem pesados e gigantes. A tela de 11,1 polegadas, em widescreen (formato retangular acentuado), tem ótimo brilho e contraste e reproduz as cores de forma vibrante. A resolução é de 1.366x768, o que permite dispor na tela sites repletos de conteúdo sem precisar usar a barra de rolagem horizontal.

O teclado em formato chiclete (em que cada tecla fica isolada, como se fosse uma ilha) permite uma digitação confortável, mas há problemas. O Shift direito é pequeno demais e fica espremido ao lado das teclas direcionais e do Fn direito, também demasiadamente reduzidas. O touchpad deixa um tanto a desejar. Ele é inexplicavelmente pequeno – há espaço de sobra que poderia ter sido usado para torná-lo maior.

Armazenamento

Um dos segredos para a silhueta esguia é o armazenamento de 128 Gbytes em SSD (drive de estado sólido). Além de bastante fino, o SSD não tem partes móveis como os discos rígidos tradicionais, o que o torna mais resistente a quedas, por exemplo. Os SSDs ainda têm preço por Gbyte muito superior ao dos discos rígidos comuns, mas, aos poucos, o valor está diminuindo, o que deve levar à adoção maciça desse tipo de dispositivo de armazenamento.

Performance

Com Windows 7 Home Premium, que vem instalado na máquina, processador Intel Atom de 1,86 GHz e memória de 2 Gbytes, o Vaio X tem performance equivalente à de um netbook comum. Navegar na rede, ver vídeos no YouTube e fazer pequenas edições de imagem são operações que ocorreram sem engasgos.

Bateria

A Sony promete até seis horas de autonomia da bateria, sem especificar as condições. Nos testes, alcançou pouco mais da metade disso, com Wi-Fi ligado e tela com brilho máximo. Apesar de a autonomia ficar abaixo do prometido pelo fabricante (uma situação bastante comum), trata-se de uma duração considerável, levando em conta o baixo peso do notebook da Sony.

Conexões

Mesmo ultrafino, o Vaio X tem uma boa quantidade de conexões, ao contrário do que se poderia esperar. Há uma saída VGA, para ligar o notebook a um monitor externo, uma porta Ethernet (para conectar um cabo de rede) e um leitor de cartão de memórias com suporte a SD e a Memory Stick Pro, o padrão proprietário da Sony. Há ainda duas portas USB.

Novo padrão de plugue

O carregador do Vaio X já segue o novo padrão de plugue de três pinos da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), aprovado no Brasil neste ano. Portanto, se comprá-lo, certifique-se de que suas tomadas já estejam adaptadas.

Fonte: Folha Online

 

 

 

 

3º Setor | Anuncie | Arquivo JSO | Bastidores | Estatística | Expediente | Legislação | Fale com o JSO | Mural/Cartas | Utilidade Pública

Copyright @ 1999 Edita Comunicação Integrada. Todos os direitos reservados.
Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização por escrito.
Melhor visualização 1024x768pixels