Ano X nº 147 -

Últimas Notícias

Artigos/Crônicas

Bastidores

Cash

Corpo&Cuca

Editorial

Empresas

Lazer&Cia

Mural/Cartas

Na Rede

Pesquisa&Tecnologia

Profissão

Saúde

Saúde Bucal

3º Setor

Utilidade Pública

SERVIÇOS

Anuncie

Expediente

Fale com o JSO

Arquivo JSO

Legislação

Estatística

LINKS ÚTEIS

Agenda grátis

Clima/Tempo

Concursos

Cotações/Moedas

Horóscopo

Portal da Câmara

Portal do Consumidor

Viagens

 

ESPECIAL TABACO

Risco de catarata e degeneração macular
é dobrado para os fumantes

Entre as doenças mais conhecidas provocadas ou agravadas pelo cigarro naturalmente figuram as respiratórias, cardíacas e cânceres, mas poucos têm consciência de que o tabagismo também interfere na visão.

Estudos apontam que o hábito de fumar aumenta em pelo menos duas vezes o risco de desenvolver catarata e degeneração macular relacionada à idade – duas das doenças que mais causam cegueira no mundo. Pesquisas também indicam que o tabagismo contribui para o agravamento do glaucoma e é um dos principais fatores de risco da doença de Graves, alteração muscular ao redor dos olhos relacionada ao funcionamento da glândula da tireóide, que pode até ocasionar a perda do globo ocular. O cigarro também piora quadros de Síndrome do Olho Seco, alergias oculares e promove desconforto àqueles que usam lentes de contato.

A lei que proíbe o consumo de cigarros, charutos e similares em lugares fechados já vigora em Salvador, Goiânia e Belém, além dos estados de São Paulo, Ceará e Espírito Santo. Em João Pessoa, Curitiba e nos estados do Rio e Rio Grande do Sul está em tramitação ou aguarda sanção do poder executivo.

Catarata - principal causa de cegueira reversível no mundo, caracterizada pela opacificação do cristalino, que é a lente natural dos olhos. O tabagismo pode agravar a doença devido à entrada de produtos químicos na superfície ocular - a partir da combustão e condensação do tabaco - e ao aumento da temperatura próxima ao cristalino, que causam danos ao seu metabolismo médico.

Glaucoma - atinge o nervo óptico e se caracteriza pela perda progressiva do campo de visão. Como a perda é gradativa e geralmente assintomática, é comum que as pessoas só procurem ajuda médica quando a doença já está em estágio avançado. Embora o cigarro não seja causa direta de glaucoma, há estudos que demonstram que a pressão interna do olho pode aumentar em 5 mmHg após cada cigarro fumado, danificando o nervo óptico e contribuindo para o aparecimento ou agravamento do problema.

Degeneração macular - degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI) é a principal causa de cegueira no mundo em faixas etárias superiores a 50 anos. Caracteriza-se por uma lesão na mácula, área que nos permite enxergar detalhes finos com clareza. Pode levar à cegueira e é dose-dependente, isto é, quanto maior o tempo e maior o número de cigarros a pessoa fumou durante a vida, maior o dano à visão.

Doença de Graves - é uma alteração na glândula da tireóide que depende de fatores genéticos e hormonais, mas que é muito mais comum entre fumantes. A doença de Graves provoca inchaço nos músculos externos, causando a impressão de olho assustado, olho saltado. Em alguns casos, a pessoa não consegue piscar direito, tem dificuldade de fechar os olhos e pode chegar a perder a visão.

 

Edição: 147 - 12/11/2009

 

VEJA MAIS SOBRE SAÚDE


Copyright © 1999 Edita Comunicação.Todos os direitos reservados. Este material não pode ser publicado,
transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização por escrito