Ano X  nº 146  -

Últimas Notícias

Artigos/Crônicas

Bastidores

Cash

Corpo&Cuca

Editorial

Empresas

Lazer&Cia

Mural/Cartas

Na Rede

Pesquisa&Tecnologia

Profissão

Saúde

Saúde Bucal

3º Setor

Utilidade Pública

SERVIÇOS

Anuncie

Expediente

Fale com o JSO

Arquivo JSO

Legislação

Estatística

LINKS ÚTEIS

Agenda grátis

Clima/Tempo

Concursos

Cotações/Moedas

Horóscopo

Portal da Câmara

Portal do Consumidor

Viagens

Terapia genética promissora para
o tratamento da doença gengival

A terapia genética pode ser um instrumento eficaz contra a doença periodontal, a principal causa de perda dental em adultos. A descoberta é de pesquisadores da Universidade de Michigan (UM).

A pesquisa de transferência de genes, inserção de genes nas células e tecidos de um indivíduo para tratar condições ameaçadoras à vida, não é novidade. Entretanto, o grupo de Michigan é o primeiro que se sabe ter usado a abordagem de entrega de genes para mostrar o potencial no tratamento de condições crônicas como as doenças periodontais, diz Dr. William Giannobile, professor da Faculdade de Odontologia da UM e principal investigador do estudo.

"A doença periodontal é mais incapacitante do que ameaçadora à vida", diz Dr. Giannobile, que dirige o Centro de Pesquisa em Saúde Bucal de Michigan. "Sua grande importância está no fato de a próxima onda de melhoramentos na terapêutica médica ir além de salvar vidas e caminhar em direção à melhora da qualidade de vida".

Os pesquisadores de Michigan colaboraram com a Target Genetics, uma empresa de biotecnologia sediada em Seattle, que testou 127 seres humanos e mostrou uma melhora de 30 por cento no alívio da dor e também no ganho de função.

Os pesquisadores também encontraram uma maneira de usar vírus inativos para ajudar determinadas células a produzir um "receptor para fator de necrose tumoral" solúvel. A molécula apresentada pela terapia genética funciona como uma esponja para absorver níveis excessivos do fator de necrose tumoral, uma molécula que conhecidamente piora a destruição óssea inflamatória em pacientes afetados não apenas por doença periodontal, mas também por artrite reumatóide e deterioração articular.

 

 

Ed146: 29102009

 

 

VEJA MAIS NOTÍCIAS DE SAÚDE BUCAL

 

Copyright © 1999 Edita Comunicação.Todos os direitos reservados. Este material não pode ser publicado,
transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização por escrito