Ano X  nº 146  -

Últimas Notícias

Artigos/Crônicas

Bastidores

Cash

Corpo&Cuca

Editorial

Empresas

Lazer&Cia

Mural/Cartas

Na Rede

Pesquisa&Tecnologia

Profissão

Saúde

Saúde Bucal

3º Setor

Utilidade Pública

SERVIÇOS

Anuncie

Expediente

Fale com o JSO

Arquivo JSO

Legislação

Estatística

LINKS ÚTEIS

Agenda grátis

Clima/Tempo

Concursos

Cotações/Moedas

Horóscopo

Portal da Câmara

Portal do Consumidor

Viagens

Óxido Nitroso diminui ansiedade dos pacientes

No Brasil é cada vez maior o número de profissionais utilizando o óxido nitroso para minimizar a ansiedade dos pacientes. Hoje 90% dos odontopediatras e 70% dos clínicos gerais norte-americanos usam a mistura de Óxido Nitroso/Oxigênio em suas práticas rotineiramente. No Brasil, a regulamentação pelo Conselho Federal de Odontologia entrou em vigor desde março de 2004 sendo necessário, para a utilização da técnica, possuir um certificado de Habilitação em curso com 96 horas/aula ministrado por entidade reconhecida pelo CRO.

A técnica conhecida como Sedação Consciente, possibilita o relaxamento dos pacientes e a realização dos procedimentos com mais tranqüilidade, controla a ansiedade ao mesmo tempo em que mantém a consciência, a respiração espontânea e os reflexos protetores, como a tosse. Porém, não elimina a sensação dolorosa, o que deve ser feito com a anestesia local ou outros métodos farmacológicos, como a sedação profunda e anestesia geral. A grande vantagem para o paciente é que, controlado o medo, ele continua respondendo comandos verbais e a estimulação física.

O recurso é indicado para todos os pacientes especialmente cardíacos, diabéticos, asmáticos e portadores de hepatites ou cirróticos sendo, portanto, segura. Baseia-se na inalação de 100% de oxigênio através de uma máscara nasal. Após cinco minutos, é liberado o óxido nitroso, na maioria das vezes entre 30 e 40% de concentração durante o tratamento. Ao final, retira-se o gás e administra-se o oxigênio até o paciente não ter mais sintomas de analgesia, o que leva de três a cinco minutos.

 

Ed146: 16102009

 

 

VEJA MAIS NOTÍCIAS DE SAÚDE BUCAL

 

Copyright © 1999 Edita Comunicação.Todos os direitos reservados. Este material não pode ser publicado,
transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização por escrito