Ano XVIII nº 216 -

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

13/10/2015  

 

 

Beijo funciona como vacina, diz especialista

O contato bucal entre duas pessoas pode ser benéfico e ajudar a criar imunidade para certas doenças, como mononucleose infecciosa, hepatite A, caxumba, sarampo e até gripe. A afirmação é do estomatologista Silvio Boraks, que defende que o beijo, em alguns casos, funciona como uma vacina. "Quando beijam na boca, as pessoas entram em contato com micro-organismos estranhos ao seu organismo, o que provoca a formação de anticorpos. Claro, desde que estejam em bom estado de saúde, sem ferimentos na região e sejam imunocompetentes", explica Boraks.

O caso do sapinho e do herpes, por exemplo, é diferente mas igualmente sem riscos porque ambos só eclodem quando há uma baixa na imunidade e não pelo contato físico", especifica o especialista.

 

   

3º Setor | Anuncie | Arquivo JSO | Bastidores | Estatística | Expediente | Legislação | Fale com o JSO | Mural/Cartas | Utilidade Pública

Copyright @ 1999 Edita Comunicação Integrada. Todos os direitos reservados.
Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização por escrito.
Melhor visualização 1024x768pixels