Ano VIII nº 109 -

Últimas Notícias

Artigos/Crônicas

Bastidores

Cash

Corpo&Cuca

Editorial

Empresas

Lazer&Cia

Mural/Cartas

Na Rede

Pesquisa&Tecnologia

Profissão

Saúde

Saúde Bucal

3º Setor

Utilidade Pública

SERVIÇOS

Anuncie

Expediente

Fale com o JSO

Arquivo JSO

Legislação

Estatística

LINKS ÚTEIS

Agenda grátis

Clima/Tempo

Concursos

Cotações/Moedas

Horóscopo

Portal da Câmara

Portal do Consumidor

Viagens


Esclareça suas dúvidas quanto à TV digital

O governo brasileiro optou recentemente pelo sistema japonês para TV digital. Entenda o que acontece agora.


Venda fracionada de medicamentos
já está valendo

Depois de um decreto assinado pelo governo no último dia 10 de maio, a venda de medicamentos fracionados passou a ser liberada em drogarias


Eleitor: armado, mas nem sempre perigoso

O eleitor tem uma arma letal contra a picaretagem política, o voto. Mas qual o melhor calibre: voto nulo, voto branco ou voto válido?


Gripe aviária II – Cuidados com os alimentos

Simples cuidados evitam a transmissão do vírus da gripe aviária através de alimentos derivados de aves, como ovos, mesmo se o animal estiver contaminado.


Gripe aviária: informe-se!
Biossegurança evita riscos nos consultórios

A influenza que está infectando aves em todo o mundo tem potencial para se transformar em uma pandemia entre humanos. O vírus mutante H5N1 só precisa se adaptar ao organismo humano para ser transmitido facilmente de pessoa para pessoa. Tire suas dúvidas sobre a doença e conheça as providências que o governo brasileiro está tomando para evitar o surto da doença.   Saiba também as medidas necessárias para evitar riscos de transmissão aérea no consultório dentário.


Mais um golpe na praça: seqüestro telefônico

Os bandidos inventaram mais uma forma de achacar os cidadãos de bem. A nova modalidade é o falso seqüestro, também conhecido como seqüestro virtual.

 

E MAIS



Entenda

Verticalização vale para eleições de 2006

Norma limita coligações partidárias nas eleições. Entenda a polêmica.


Serviço 24 horas registra cheques roubados ou perdidos

A primeira atitude de quem perde ou tem seu talão ou folhas de cheque roubadas é entrar em contato com o banco e fazer um Boletim de Ocorrência (B.O.). Mas, se não for horário comercial e o banco não estiver funcionando, há outra forma de impedir provisoriamente que o dono do cheque ou o comerciante tenha prejuízo

Veja aqui


Copyright © 1999 Edita Comunicação.Todos os direitos reservados. Este material não pode ser publicado,
transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização por escrito